Armínio Fraga, Gustavo Franco e Henrique Meirelles demonstram preocupação com os rumos do atual modelo econômico