Fernando Schuler comenta pontos da reforma e critica adoção do distritão: "Votos menos politizados e mais caros"