Rolf Kuntz: "Nem pensar em austeridade, especialmente em ano de eleições"