Para Ives Gandra, “a campanha Mais Médicos poderá tornar-se o mote ‘mais dinheiro para a ditadura cubana'”. Leia
Continue lendo