Nem sempre. No artigo anterior, demonstrei que o consumo não deve ser considerado o motor de uma economia. No máximo,
Continue lendo