“Global think tanks” (2010) contextualiza e descreve claramente a proliferação mundial dos chamados “think tanks”. Embora sejam instituições relativamente novas,
Continue lendo