Segundo Homicide Monitor, na Argentina são 5,6 mortes em grupos de 100 mil pessoas.
Continue lendo