Aloisio Campelo Jr. diz que a crise pode durar tanto quanto a dos anos 1980.
Continue lendo