Prezada dona Dilma Rousseff, esta não é a primeira carta que lhe escrevo e não há de ser a última.
Continue lendo