"O direito precisa ser devidamente aplicado, sancionando os oportunistas", diz Oscar Vilhena