STF defende direito de crítica da imprensa