Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) criticou a proposta.