Luciana Yeung: "Oito meses após o manifesto dos economistas, vale a pergunta: eles estavam certos?"