Só para recordar: primeiro, os “ativistas” dos movimentos que defendiam a permanência na área invadida no Pinheirinho, em São José
Continue lendo