Neda Agha-Soltan, ex-estudante de Filosofia de 26 anos, que trabalhava com turismo em Teerã foi morta pela milícia do sistema
Continue lendo