“As empresas estão reféns da crise. As grandes companhias quebram e isso reflete nas médias e pequenas empresas", diz a advogada Jamille Medeiros