Defensor apaixonado da meritocracia, o headhunter Egon Zehneder critica a proliferação de cargos de confiança na administração pública brasileira
Continue lendo