Sábado, 10 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Tag: PEC 241

Revendo nossas projeções

economia fora de controle

Foram duas semanas infernais para os mercados. A vitória de Donald Trump no dia 8 de novembro pegou todos de surpresa. Não por ele ser um candidato republicano, obtendo vantagem boa entre os delegados e maioria nas duas casas do Legislativo, mas sim pela sua retórica populista e, por vezes, ... Leia mais

Gastos primários e parcerias

aumento de gasto

A PEC 241, agora PEC 55, no Senado Federal, limita o gasto primário da União. A proibição de aumentos reais da despesa tornou-se necessária, frente à alternativa de majoração de impostos, para eliminar o crescente rombo orçamentário que, este ano, deve ultrapassar R$ 170 bilhões. A medida vai impor a ... Leia mais

Alternativas para a reforma tributária

orcamento-iloveimg-resized-1-iloveimg-cropped

A PEC 241, que limita o gasto primário da União como forma de enfrentar o crescente rombo orçamentário, que este ano chegará a R$ 170 bilhões, é uma necessidade imediata para o ajuste fiscal no país. Numa segunda etapa começarão os debates envolvendo a Previdência e a reforma tributária. O ... Leia mais

De vez em quando, há notícias boas

Everardo (nova)

A aprovação pela Câmara dos Deputados da PEC 241, que cria um teto para gastos públicos, foi um passo importante no enfrentamento da crise fiscal, ainda que se saiba que a iniciativa é tão somente um marco inicial de um longo processo, que requer, ao menos, um duro e indispensável ... Leia mais

Revelações da PEC 241

economia (nova)

A PEC 241, que pretende fixar um teto para os gastos primários do governo federal (não poderão crescer acima da inflação por vinte anos), revelou um aspecto triste e outro promissor. O triste é a reafirmação da visão equivocada de corporações que se opõem à medida e são coadjuvadas por ... Leia mais

O fundo do poço

Roberto DaMatta

Para nós, herdeiros da quebradeira lulopetista, o fundo do poço é o teto. É a proposta de emenda constitucional que define até onde o governo pode gastar. Pensando bem, é um ato kafkiano, pois, independentemente de orientação, todo governo que se preza há de ter um limite. Aceitar um teto ... Leia mais