O número de patentes geradas a cada ano não é a única forma de medir o que um país produz