PNDH

Vem aí outro pastelão

“Quem luta pelo comunismo tem que poder lutar e não lutar, dizer a verdade e não dizer a verdade, manter a palavra e não cumprir a palavra etc.” (Berthold Brecht, ...

A obsessão autoritária

Está bem que um ex-porta-voz do governo lulista nos afiança, do alto de uma conversa confidencial com “um dos ministros mais importantes do governo Lula”, q...

Mixórdia e maçarocas

Para escrever sobre o fatídico decreto dos “direitos humanos”, demorei-me na leitura das suas 92 páginas e cheguei à conclusão de que o presidente Luiz Inácio n...

O que está por trás

Pode ter certeza, quando ouvir a ladainha de que os movimentos sociais e organizações de classe devem participar de decisões a respeito da comunicação e produção c...

A obsessão totalitária

Na VEJA desta semana: “Um observador ingênuo pode não entender a obsessão de petistas, manifestada desde o momento zero do governo Lula, de abolir a liberdade de...

PNDH-3 e os Planos de Governo – II de III

Utilizamos a primeira abordagem do Plano Nacional de Direitos Humanos versão 3.0 para examinar dois aspectos gerais do assunto em si. Primeiro, o erro em utilizar Decret...

Guerrilha e redemocratização

Pela má qualidade do texto do PNDH-3 e pelo viés ideológico ditatorial, dificilmente essas propostas passarão no Legislativo O regime de exceção, em que o Brasil vi...

Lula – imagem estilhaçada

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou em dezembro, às vésperas do Natal e aproveitando o recesso das festas, um ambicioso plano para a implantação de um reg...

PNDH-3 e os Planos de Governo – I de III

O Plano Nacional de Direitos Humanos reapresentado pelo Decreto Presidencial n° 7.073 de 21 de dezembro de 2009 reedita o plano de mesmo nome apresentado no governo de F...

Direitos humanos recicláveis

Samuel Pinheiro Guimarães, o número 2 do Itamaraty feito secretário de Assuntos Estratégicos, renomeou os direitos humanos como “direitos humanos ocidentaisR...

Por que e para que o decreto fatídico?

A encrenca armada a pretexto de guarnecer “direitos humanos” se me apresenta de particular gravidade, quiçá a maior para o governo que vai chegando ao seu termo. Is...