Domingo, 4 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Tag: política brasileira

Quem quer salvar o país tem de cuidar do governo

Rolf Kuntz (nova)

Se o presidente Michel Temer for incapaz de cuidar do próprio governo, poderá resgatar o Brasil da pior crise econômica em muitas décadas, talvez a maior da História da República? Ele demorou perigosamente para demitir o ministro Geddel Vieira Lima e liquidar o impasse mais grave, até agora, de seu ... Leia mais

Sebastião Ventura: “Só vamos ter melhores instituições se tivermos cidadãos atuantes”

democracia Brasil

A poucos dias do feriado de 15 de novembro, data comemorativa da Proclamação da República no Brasil, o advogado e especialista do Instituo Millenium, Sebastião Ventura, analisa o enfraquecimento do espírito republicano brasileiro. Entre as razões do desencanto com a República, Ventura destaca o desrespeito a função técnica da política, ... Leia mais

Se entrega, Corisco

gabeira

Renan Calheiros, no passado, perdia cabelos mas não perdia a cabeça. Agora, ele ganhou cabelos mas perde a cabeça, com frequência. Recentemente, disse que o Senado parecia um hospício e afirmou que ajudou a senadora Gleisi Hoffman no seu embate com a Lava-Jato. Hoje, sabemos que ordenou varreduras em vários ... Leia mais

O fundo do poço

Roberto DaMatta

Para nós, herdeiros da quebradeira lulopetista, o fundo do poço é o teto. É a proposta de emenda constitucional que define até onde o governo pode gastar. Pensando bem, é um ato kafkiano, pois, independentemente de orientação, todo governo que se preza há de ter um limite. Aceitar um teto ... Leia mais

Os novos prefeitos e a agenda das cidades

cidade

O debate das eleições municipais deixa latente e visível um dos aspectos mais gritantes de defasagem do Brasil em relação aos países mais desenvolvidos: a maneira com que se discute e se vê as questões das cidades e da gestão pública das cidades. Planejamento x populismo O principal ponto é ... Leia mais

Câmara do Rio não é um retrato da população

democracia (nova)

Renovou, mas nem tanto. A partir de janeiro, a Câmara terá 18 novos rostos entre os 51 eleitos, mas continuará com pouquíssimos negros e mulheres, mantendo um abismo de distância em relação à população do Rio. Nas cadeiras do Plenário Teotônio Vilela, serão sete vozes femininas (14% dos vereadores) e ... Leia mais

“A moralidade da corrupção”

corrupção

As pessoas decentes usam a moralidade como uma adequação dos meios aos fins: se querem ser bem-sucedidos, usam o trabalho honesto e dedicado a tal finalidade; se querem respeito público, procuram agir com retidão, hombridade e responsabilidade social; se querem o amor dos filhos, procuram construir um lar de afeto, ... Leia mais

Parlamentarismo já!

Sebastião-Ventura nova

O impeachment é a crise das crises presidenciais. O tom do presente dá eco à doutrina político-constitucional clássica. A realidade não deixa mentir. Após um ano perdido, fruto de uma eleição incendiária que, em vez de ideias e verdades, exaltou mentiras e ilusões, a senhora presidente da República está diante ... Leia mais

2015, o ano em que o Brasil despencou

Paulo Roberto de Alemida (nova)

O ano de 2015 não vai deixar saudades, muitos economistas dirão nestes últimos dias do ano. Ao que os astrólogos políticos acrescentarão: “Se vocês gostaram de 2015, esperem para ver como vai ser 2016…”. Os mais afoitos dos adivinhos farão previsões ainda mais sombrias para o ano que pronto se ... Leia mais

Prostituição democrática

Sebastião-Ventura nova

Não existe democracia sem a oposição. E fazer oposição é, antes e acima de tudo, contrariar interesses dominantes. Para tanto, é absolutamente necessário ampla liberdade de ação política. Quando a minoria democrática fica de mãos atadas, é sinal de que passou a ser um mero fantoche dos pretensos donos do ... Leia mais

Trapalhões e milongueiros

Rolf Kuntz

Não há profissionais do jeitinho no governo brasileiro. São todos amadores. A turma do “Financial Times” foi muito generosa na avaliação publicada no blog “Beyondbrics”. Se os ministros e altos funcionários fossem profissionais, ninguém seria flagrado tão facilmente, e de forma tão grotesca, nas tentativas de maquiar as contas públicas ... Leia mais