Semana passada, em duas edições, “Zero Hora” voltou a assunto velho, mas de atualidade permanente e da maior densidade humana.
Continue lendo