O governo federal investiu apenas 4,3% da previsão inicial para aplicações nos centros de treinamentos para a Copa do Mundo.
Continue lendo