Chris Buckley trabalhava no país desde 2000, mas as autoridades chinesas não concederam a ele um novo visto de trabalho
Continue lendo