Ouvir Maluf, com aquela inconfundível voz anasalada, cantando ‘olê, olê, olê, olá, Lu-lá, Lu...