Sábado, 3 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Tag: Roberto Campos

A independência do Banco Central

Ricardo Galuppo

Criado em 1965, no bojo da reforma econômica promovida pelos ministros Octávio Gouveia de Bulhões e Roberto Campos (no primeiro governo do ciclo militar iniciado em 1964), o Banco Central do Brasil nasceu como uma autoridade monetária independente. Pela lei que o criou, os presidentes da instituição teriam mandatos de ... Leia mais

EUA: a visão do patíbulo aguça a mente

0053

Começamos com a lembrança de um grande brasileiro e incomparável economista, Roberto Campos, cuja frase do título tem sua marca registrada de humor cáustico e ferino, mas verdadeiro. Não raro é preciso chegar ao fundo do poço para se obter uma reação do setor político da sociedade. Isso ocorre, finalmente, ... Leia mais

É hora de repensar o BNDES

Quando o BNDE (ainda sem o S de Social) foi criado em 1952, pelo segundo governo Vargas, argumentava-se que havia grande escassez de capital para financiamento de longo prazo no país. Mas será que esta ainda é a realidade do Brasil? Se não for, por que deve ser função do ... Leia mais

Brasil: opção econômica é sair…

Brasil: opção econômica é sair, opção política é reclamar As pessoas e seus negócios fazem opções simples e práticas: “Quando as coisas não funcionam, há duas opões: ir embora ou reclamar. Ir embora é a típica opção econômica; a voz, a política“. (Sir Ralf Dahrendorf). São opções de mercado feitas ... Leia mais

Menos governo

Nos pronunciamentos dos atuais candidatos à Presidência da República, noto que todos pretendem tornar o Brasil o melhor país do planeta. Ótimas intenções. Mas, nenhum deles veio a público mostrar o arcabouço financeiro em que alicerçarão suas promessas. De onde virá o dinheiro? O déficit público é enorme, e o ... Leia mais

Na virada do milênio – Ensaios

O livro “Na virada do milênio – Ensaios” (Topbooks, 1999) reúne artigos escritos pelo ex-ministro do Planejamento e diplomata Roberto Campos (falecido em 2001), publicados entre 1987 e 1998  nos principais jornais do país.  Com prefácio do filósofo Gilberto Paim e “orelha” do filósofo e jornalista Olavo de Carvalho, a ... Leia mais

Lanterna na popa

“Roberto Campos teve tempo de observar uma transição importante: sua saída da posição de maldito para a de profeta. Ele deixou uma grande lição: quando não se concorda com o governo, é preciso criticar. Esta é a maneira de se ajudar um país.” Paulo Guedes “A Lanterna na Popa” (Topbooks) ... Leia mais