Sábado, 10 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Tag: socialismo

Lula e Trump

José Padilha

Aqui nos EUA o processo até que foi engraçado, embora o desfecho possa ser trágico. Depois de uma primária republicana ridícula, em que os candidatos conservadores se mostraram extremamente fracos e foram gradativamente eliminados da disputa pelo populismo histriônico de Trump, os conservadores ficaram em quintanilhas. Ou se afastavam de ... Leia mais

O eleitor consciente não sabia

Guilherme Fiuza

Os eleitores progressistas de Dilma Rousseff estão radiantes. Foi muito importante a esquerda ganhar a eleição no Brasil. O candidato burguês da elite branca jamais celebraria o Dia da Consciência Negra como o fez a presidente mulher e oprimida. Devota de Zumbi (o que fica claro pelo estilo do seu ... Leia mais

Desafio aos socialistas

Ney Carvalho

Este breve artigo constitui uma provocação aos coletivistas de todos os matizes e latitudes. Trata-se de busca que, há anos, tento fazer sobre eventuais vantagens para a humanidade da existência de ambientes socialistas. Desde a Revolução Industrial o progresso material das sociedades ocidentais é um dado inegável e jamais contestado. ... Leia mais

Beco sem saída

Paulo Guedes

Há várias maneiras de evitar os males e riscos atribuídos ao capitalismo, mas o “socialismo do século XXI” é um mergulho no abismo O mito do capitalismo cruel foi sempre muito popular. Afinal, sendo o capital tão velho quanto o diabo, são-lhe atribuídos todos os males do mundo. Floresceu entre ... Leia mais

A idealização da inveja

Se ontem eu usava carroça como meio de transporte, e hoje posso dirigir meu próprio carro, eu piorei ou melhorei minha situação? Se eu não tinha acesso a computadores e internet, e hoje tenho, minha qualidade de vida melhorou ou piorou? Se consumo hoje bem mais proteína, e tenho acesso ... Leia mais

Descida ao inferno

Paulo Guedes

O diabo sabe para quem aparece, diz a sabedoria popular. Inferniza apenas os povos que se deixam enfeitiçar por superstições ideológicas e pelas promessas ilusórias de um paraíso na Terra. Povos que vendem sua alma em troca de facilidades no presente e descobrem depois que hipotecaram o futuro de seus ... Leia mais

Não faz mais sentido se falar em direita e esquerda?

Após a queda do Muro de Berlim (1989) e a subsequente dissolução da União Soviética (1991), muitos membros da supostamente inexistente esquerda começaram a espalhar por aí que “esquerda” e “direita” passaram a se referir apenas a direções espaciais, porém perderam toda e qualquer conotação política. Ledo engano, como pretendo ... Leia mais

Lentes distorcidas

Paulo Guedes

Há sempre uma visão de mundo informando nossas opiniões. Mentes científicas formam hipóteses a respeito do funcionamento do mundo e estão abertas a revisões quando não estão de acordo com os fatos. Mentes religiosas buscam a compreensão em verdades absolutas. Mentes moldadas por grandes ideologias políticas exibem mapas de paraísos ... Leia mais

O risco bolivariano

Com petistas, todo cuidado é pouco. O país assistiu, nos últimos dias, a uma tentativa escancarada de ataque à democracia. Enquanto artistas da esquerda caviar protestavam contra o pastor Feliciano, dando beijos uns nos outros, os “mensaleiros” da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) tentavam usurpar o poder do STF ... Leia mais

Túnel do tempo

Merval Pereira

A romaria de líderes venezuelanos e de outros países latino-americanos a Havana para se informarem e prestarem solidariedade a Hugo Chávez é demonstração clara da hegemonia ideológica cubana na região, um exemplo raro de supremacia política sobre a econômica. E também uma constatação de que o “comandante da revolução bolivariana” ... Leia mais

O esqueleto que sorri

Demétrio Magnoli

No seu “Era dos Extremos”, Eric Hobsbawm, tão lido no Brasil, falsifica a história para absolver Stálin. Sua versão da 2ª Guerra foi aquela fabricada em Moscou “Eu entendi isso, Edward. Esse esqueleto nunca sorrirá novamente.” Leszek Kolakowski, filósofo polonês exilado, concluiu com essas palavras sua réplica ao historiador Edward ... Leia mais

Castroländia

Rodrigo Constantino

Michael Moore, Jack Nicholson, Oliver Stone, Steven Spielberg, Francis Coppola, Robert Redford, Danny Glover e Sean Penn: o que todos eles têm em comum, além da fama e da fortuna? São bajuladores da mais longa, cruel e assassina ditadura do continente. Cuba ainda desperta fortes emoções em muito inocente útil ... Leia mais

Choque de visões

Paulo Guedes

“Houve época em que as grandes guerras eram religiosas. Quando os francos retomavam túmulos sagrados, invasores islâmicos eram rechaçados, kaisers germânicos combatiam cidades italianas e se chocavam protestantes e católicos na Reforma, todos sabiam que estavam lutando por sua fé”, registrava Werner Sombart, no clássico “Mercadores e heróis” (1915). Com ... Leia mais

Socialismo tardio

Paulo Guedes

A concentração de poder político, a estatização da economia e o controle da mídia são sintomas clássicos de um exacerbado socialismo nacionalista “Presidentes que não saem do ar: Hugo Chávez, da Venezuela, Cristina Kirchner, da Argentina, e Rafael Correa, do Equador, usam redes nacionais de rádio e TV para impor ... Leia mais

Janela de oportunidade

Paulo Guedes

A grande crise contemporânea é mesmo o fim dos tempos para o “capitalismo”? Ora, não pensam assim os bilhões de eurasianos que saíram da miséria mergulhando nos mercados globais. Particularmente os chineses, para quem o capitalismo está apenas no começo, como sua mais poderosa alavanca de inclusão social e redução ... Leia mais

URSS+20, a sensação de fim de um século

Marcos Troyjo

Em dezembro, comemoram-se duas décadas do desaparecimento da União Soviética. Na noite de Natal de 1991, pôs-se fim a uma história que começara com a violenta tomada de poder pelos bolcheviques em 1917 e o brutal assassinato da família Romanov Em termos de relações internacionais, o jovem Estado soviético experimentou ... Leia mais