Análise de 500 nomes constata que 94% recebem salários brutos maiores que R$ 20 mil.