“(…) Para as economias periféricas, entretanto, nunca houve condescendência: em caso de cr...