Nem precisa procurar muito. Basta passar os olhos (e os ouvidos) pelo noticiário para encontrar uma sequência interminável de falhas
Continue lendo