Ao contrário do que se previa, o Brasil saiu-se bem do risco de explosão da dívida pública em 2002/2003, graças
Continue lendo