Dos 108 parlamentares mais votados, 40 são investigados em diferentes instâncias judiciais