Sexta-feira, 9 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Coworking: Conceito atrai adeptos no Brasil. Saiba mais sobre os escritórios compartilhados

Para entender como funciona o modelo de trabalho baseado no compartilhamento de espaço e recursos criado em 1999 nos EUA, conhecido como co-working, o Instituto Millenium conversou com Daniel Frazão, fundador da empresa XXVinte, e Alexandre Xavier, CEO da Colméia Carioca.

Frazão e Xavier concordam que o principal benefício do co-working é o sentimento de pertencimento, a criação de uma rede de pessoas que dividem os mesmos ideais.

“O co-working não é só uma casa onde as pessoas frequentam para dividir custos no final do dia. O mais legal é o fato de você pertencer a uma comunidade, uma cultura, uma rede”, esclarece Frazão.

“A proposta do Colméia é criar um espaço de convivência entre pessoas que têm a mesma mentalidade”, explica Xavier.

XXVinte
Instalada no Jardim Botânico, o charmoso bairro carioca, a XXVinte oferece opções para todos os gostos. Quem quiser trabalhar no espaço pode escolher entre mesas compartilhadas, salas compartilhadas, salas privativas e mesas fixas. As formas de pagamentos são diversas, os usuários podem optar por pagar por tuno, diária, mensalidades etc. Tudo compartilhado por profissionais de design, moda, arquitetura e cinema.

Colméia Carioca
A Colméia Carioca fica no número 13 da Rua das Palmeira, em Botafogo. Ali profissionais liberais de diversas áreas como arquitetos, publicitários, empreendedores, jornalistas etc dividem além da conexão wi-fi, uma sala de reunião, o cafezinho e uma biblioteca. Os habitantes da Colméia podem optar por salas comerciais e salas de treinamento com diferentes tipos de infraestrutura. O espaço de compartilhamento oferece plano diário, semanal, mensal, trimestral e semestral.

Assista!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.