Segunda-feira, 5 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

“Interface nanotecnologia X indústria é falha”

Alexandre Cardoso de Almeida, diretor-executivo da Auger Nanotecnologia – empresa junior (EJ) do curso de nanotecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), explica que o principal objetivo da Auger é promover a comunicação da academia com o mercado.

“A interface do meio acadêmico com a indústria ainda é muito falha”, diz.

Segundo Almeida, existem algumas iniciativas públicas no sentido de aproximar pesquisa e mercado com o Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias (SisNANO), os editais da Faperj e CNPq.

O universitário lembra ainda que a nanotecnologia está presente no dia a dia das pessoas, mesmo que elas não se deem conta disso. “Quando a gente fala em nanotecnologia, as pessoas imaginam coisas futuristas. A nanotecnologia esta presente em vários produtos do nosso dia a dia. O band-aid possui uma nanocamada de prata que aumenta a superfície de contato com a pele e auxilia na ação anti-bactericida”.
Assista a entrevista completa e fique por dentro do assunto.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.