Terça-feira, 6 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Maria Celina D’Araujo analisa qualidade da democracia no país

Em entrevista à TV Millenium, Maria Celina D´Araujo observa que procedimentos formais da democracia são realizados no Brasil. No entanto, a pesquisadora e cientista política ressalta que o regime ainda é deficitário, quando considerada a sua qualidade. Para D’Araujo, no país, atualmente, vive-se em uma partidocracia. Nesta entrevista, a cientista política aborda ainda o papel das instituições.

Assista!

2 comentários

  1. Concordo com Maria Celina no aspecto da formalidade democrática.Sempre digo aos jovens que em nosso País não temos democracia,temos eleições, na qual não temos quaisquer controle sôbre os eleitos.
    Entre tantas questões aparentemente em debate sôbre a Reforma Política uma sugestão que sempre proponha é que deveriamos implantar eleições parlamentares no meio do mandato do Executivo,pois assim teríamos mecanismos de correção de desmandos administrativos ou morais.

  2. Prezados senhores:
    A sugestão de eleições parlamentares no meio de mandato do Executivo é válida, mas se for mantida a atual legislação quanto à organização partidária, tais eleições intermediárias teriam um efeito reduzido sobre a governabilidade do País ou mesmo oposto ao desejado, com o surgimento de mensalões e outras formas de cooptação de maioria pelo Executivo.
    Devemos sempre pensar como um Papa da antiguidade que, quando confrontado com uma proposta de norma religiosa perguntava:
    Sed angeli?(Mas são santos?).

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.