“No Brasil, existe uma cultura de denúncia que só tem função de catarse”

Neste podcast, o sociólogo e diretor do Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, Bernardo Sorj, destaca a importância do fortalecimento institucional e explica o conceito de individualismo transgressor. Ele afirma também que o Estado não deve estar a serviço do poder político. Ouça

[display_podcast]

RELACIONADOS

Deixe um comentário

2 comments

  1. marcia lopes

    opiniao perspicaz e bem construida.
    otimo encontrar um conteudo desse nivel.

  2. mogisenio

    Caro autor,
    com o maximo de respeito, mas,de diagnósticos das questões brasileiras, já estamos “cheios”. V.Sa ainda nos diz que os problemas tornaram-se “comuns”. Creio que V.Sa se equivoca. Caso contrário, apresente a pesquisa que comprava o funcionamento de TODAS as nossas instituições,com o num. de casos fraudes vs. corretos dentro da legalidade. Somente com estas informações – e não apenas com as que se tornam “notícia” – poderemos concordar com a sua afirmativa, se for o caso.
    A republica federativa do Brasil já está equipada com um “arsenal” de leis ( direitos e obrigações) para todos.
    O problema parece se alojar exatamente aqui: Praticar e respeitar, efetivamente, as nossas diversas normas, sem privilégios.
    No fundo, todos somos seres humanos agindo em prol de nossos próprios interesses. Acontece que “alguns” tem “mais interesses” do que outros, e, provavelmente, não medem esforços para alcançar os “seus fins”, ainda que para isso, tenham de invadir o “quadrado” de outrem.