Millenium em Revista #4 – Semana IMIL Jovem

Dia 12 de agosto é Dia Internacional da Juventude, data estabelecida pela ONU, e o Instituto Millenium dedica a semana ao tema.
O Imil fomenta a discussão sobre perspectivas para o jovem hoje através de vídeos, textos no blog e este podcast.
Acompanhe a semana em nosso site.

Na quarta edição do Millenium em Revista, o podcast do Instituto Millenium, Michel Jager, sócio-fundador da Konistore, fala sobre os desafios de ser um empreendedor jovem.  Conversamos também com o músico e apresentador Lobão sobre o papel do jovem na política. Ainda nesta edição, Marcos Troyjo fala sobre jovens, ativismo e novas mídias.

Promoção

Use o espaço de comentários abaixo e responda à seguinte pergunta: Qual o papel da juventude atual no desenvolvimento político e econômico do país? As três melhores respostas ganham uma camiseta do Instituto Millenium.

Ouça agora

 

Aperte o PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD com o botão direito do mouse e escolha a opção “Salvar Destino Como” para baixar o arquivo no formato MP3.

Assine no iTunes

Para assinar o podcast diretamente no iTunes clique aqui ou vá até a aba “avançado”, clique em “assinar podcast” e cole a url http://feeds.feedburner.com/milleniumpodcast. Assim você receberá automaticamente os próximos episódios.

RELACIONADOS

Deixe um comentário

3 comments

  1. Adriano

    Nao existe uma politica e/o uma economia dos jovens. Existe apenas uma politica e/o uma economia jovem

  2. Ricardo M. P. Frota

    O papel do jovem na economia e política do país?
    Infelizmente, está sendo o de propagar toda esta merda q está ai! O jovem anda contaminado pelo esquerdismo/lulo-petismo e, por mais que ainda tenha alguma resistência, acaba por sucumbir diante do trator q são as políticas de compras de consciências (bolsa família, indenização para a UNE, cotas raciais…).
    O jovem tem aprendido que neste país o que vale é o jeitinho brasileiro. O que vale é ter negócios com o governo e sonegar impostos…

  3. Rodney

    É de suma importância que os jovens se libertem da estagnação em que se encontram, que procurem ampliar seus horizontes, principalmente através da LEITURA de livros que os façam refletir a ‘realidade’!