“Numa sociedade livre, o papel do Estado deve ser muito limitado”

Deputado afirma que crise política é oportuna para a divulgação de ideias liberais. Ouça a entrevista!

A crise de representatividade e a falta de confiança nas instituições políticas têm sido apontadas como algumas das principais consequências da recessão econômica e dos escândalos de corrupção que afetam o Brasil. A um ano das próximas eleições, a insatisfação predomina no debate público, e os rumos que o país seguirá daqui para frente parecem cada vez mais incertos. No entanto, para o deputado estadual e especialista do Instituto Millenium, Marcel van Hattem (PP/RS), o momento é de oportunidade. Ele acredita que a atuação dos cidadãos é fundamental para a renovação da política. “Precisamos ter mais participação da cidadania votando melhor e também se candidatando a cargos eletivos. Infelizmente, o sistema não incentiva pessoas novas na política, principalmente o sistema partidário, que é muito mal visto pela população”.

Veja mais
Como deve ser o Estado idealizado pelos liberais?
Milton Friedman: Um herói da liberdade
Você sabe o que é liberalismo?

Van Hattem esclarece ainda qual seria o papel do Estado segundo a visão do liberalismo. “Numa sociedade verdadeiramente livre, o Estado precisa ser muito limitado. E a primeira e mais importante função do Estado é prover segurança pública para que sejam garantidos os direitos à vida, à propriedade e à liberdade. E essa não é a prioridade das organizações estatais no Brasil hoje”. O deputado defende também que as transformações de que o país precisa dependem de uma mudança de mentalidade, já que, em geral, os brasileiros costumam exigir demais dos políticos e confiar a eles a solução para os seus problemas, o que acaba abrindo espaço para maus candidatos que se limitam a promessas vazias. Por isso, vê com bons olhos o avanço do movimento liberal:

“A população começou a sentir que não só pediu demais como também mentiram demais para ela. No momento em que começa a ver o quanto foi enganada, dá mais atenção para as ideias de liberdade, que dizem que a solução para o seu problema não está no governo nem num partido político: a solução está em você. Você tem que começar a pedir a limitação do governo, a limitação do poder dos políticos para que você possa prosperar mais, empreender melhor, com menor burocracia.” Ouça!

RELACIONADOS

Deixe um comentário