Sábado, 10 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

“A cultura do hardware é baixa no Brasil”

O Distrito Makers é o primeiro coworking do Brasil com laboratório de prototipagem. Fundado em 2012 em São Paulo, o espaço é destinado a empresas, startups e profissionais autônomos que procuram prototipar, desenvolver e validar suas tecnologias com toda a infraestrutura adequada, que inclui equipamentos como impressoras 3D, cortadores a laser, sensores térmicos e de ruído, entre outros. Assim, é possível que novos objetos sejam fabricados, agregando a troca de conhecimento às ferramentas necessárias.

Rafael Coffani, gerente-geral do Distrito Makers, conta que a ideia do projeto surgiu após seus criadores identificarem um gap presente no movimento de difusão das startups no Brasil: enquanto muitas delas se dedicam à elaboração de aplicativos e softwares, há poucas focadas em desenvolvimento de hardware. Percebeu-se, dessa forma, que era preciso inaugurar um espaço que permitisse o desenvolvimento de inovações a custos baixos e de maneira rápida e eficiente. Para Coffani, a cultura da inovação deveria ser estimulada desde cedo no país e estar ao alcance de todos. Ele acredita ainda que parcerias entre indústrias e instituições de ensino podem ser um caminho para incentivar os avanços tecnológicos e gerar melhores resultados.

Ouça a entrevista na íntegra:

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.