Quarta-feira, 7 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

“A classe C percebe que o Brasil está no rumo errado”

A crise econômica está reduzindo o poder de consumo da classe C, mas isso não quer dizer que a chamada nova classe média irá encolher mais do que as demais camadas sociais. É o que explica Dorival Mata-Machado, diretor da Ipsos Public Affairs – a terceira maior empresa de pesquisa e de inteligência de mercado do mundo. “As pessoas vão perder poder de consumo sim e o ritmo de crescimento da classe C vai cair. Mas daí falar que elas têm mais chance de retroceder é um pouco complicado”, diz Mata-Machado, lembrando que a nova classe média tem espírito empreendedor e está atenta às mudanças políticas e econômicas. “A crise tem força de mudança na sociedade como um todo”. Autor da pesquisa “Cenários políticos e seu impacto na economia”, Mata-Machado diz que aumentou a percepção sobre a corrupção entre as pessoas da classe C e que elas atribuem à crise a problemas na política econômica. “Basicamente falando, a classe C está percebendo que o Brasil está no rumo errado”, conclui Mata-Machado. Ouça o podcast.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.