Yvonne Maggie critica a ostentação da violência nas redes sociais

As redes sociais tem permitido a divulgação de imagens de traficantes exibindo fuzis e pistolas como aconteceu durante um baile funk com o funkeiro Nego do Borel no morro do Turano, no Rio Comprido, Zona Norte do Rio.

A antropóloga Yvonne Maggie diz que essa cena demonstra como o poder das armas, paralelo ao Estado, regula a vida dos moradores nas periferias e nas comunidades das cidades brasileiras.

Maggie não acredita que a polícia seja a única responsável pela solução desse problema. Ela ressalta a importância da presença do Estado com saneamento, saúde, educação, lazer, transporte no processo de retomada dessas áreas.

Ouça!

RELACIONADOS

Deixe um comentário