Poderosas empreendedoras

Assessorar mulheres para que possam gerar renda, ampliar seus negócios e ganhar autonomia financeira. Esse é o objetivo do Instituto Consulado da Mulher, organização social que, por meio da Consul, desde 2002, incentiva o empreendedorismo para mulheres de baixa renda. A diretora executiva do instituto, Leda Böger, fala sobre os empreendimentos que já receberam apoio e do impacto do trabalho sobre a vida das pessoas e para a comunidade onde o negócio se insere. Ela também explica as regras para as pequenas empreendedoras se inscreverem no projeto. “Geralmente apoiamos grupos pequenos, pessoas que estão ainda em uma fase inicial”, diz Leda. Ouça.

 

 

 

 

 

 

 

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário