Em crise com a política?

Ademar Bueno, professor da Fundação Getúlio Vargas e membro da rede de líderes políticos RAPS (Rede de Ação Política pela Sustentabilidade), explica que os jovens não se identificam com os políticos e, por isso, se distanciam do voto e da política tradicional. “Eles não se sentem representados”, diz Bueno, acrescentando que os partidos têm participação na descrença desse público no processo eleitoral. “Eles não enxergam nos partidos uma ideologia clara que possam seguir”, diz o professor, formado em Administração de Empresas. Ademar Bueno também fala sobre os espaços estudantis que, tomados por partidos, deixaram de ser uma oportunidade de formação política dos jovens. Qual é a sua opinião sobre o assunto? Você concorda que os jovens estão mais longe do voto e da política tradicional? Ouça e visite a página do Instituto Millenium “Eleições 2014”.

 

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário