Quarta-feira, 7 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Gustavo Grisa: “Usar as reservas para abater a dívida é usar gasolina para apagar incêndio”

Segundo o economista e especialista do Instituto Millenium, Gustavo Grisa, usar as reservas internacionais, avaliadas em cerca de R$ 1,4 trilhões, para o pagamento da dívida pública, é um erro.

O economista explica que esse montante permite que a moeda seja protegida no caso de ataques especulativos em uma crise de confiança. “As reservas são um colchão de garantia contra turbulências internacionais”.

Ainda de acordo com Grisa, a utilização desse recurso para o abatimento da dívida pública teria um efeito paliativo e não sistêmico. Segundo ele, a medida não altera o mau funcionamento do Estado brasileiro.

Do ponto de vista internacional, o uso das reservas indicaria a vulnerabilidade do país diante da crise. “Essa postura agravaria ainda mais a crise de confiança no Brasil”.

Ouça!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.