Mário Antônio Guerreiro é doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), é professor adjunto do departamento de Filosofia da UFRJ e membro do Instituto Liberal do Rio de Janeiro e da Sociedade de Estudos Filosóficos e Interdisciplinares da Universidade. É autor dos livros: “Problemas de filosofia da linguagem” (EDUFF,1985); “O dizível e o indizível” (Papirus,1989); “Ética mínima para homens práticos” (Instituto Liberal, 1995); “O problema da ficção na filosofia analítica” (Editora UEL, 1999). “Ceticismo ou senso comum?” (EDIPUCRS, 1999); “Deus existe? Uma investigação filosófica” (Editora UEL, 2000) e “Liberdade ou igualdade” (EDIOUCRS, 2002).

Deixe um comentário